Prefeitura Municipal de Macaé

Homenagem Abespetro: reconhecimento ao Prefeito

2018-02-08 10:06:00 - Jornalista: Equipe Secom
Compartilhe:  
o prefeito falando ao microfone
Foto: Rui Porto Filho
Prefeito Dr. Aluizio ganhará a placa 'Destaques da indústria de bens e serviços de óleo e gás no Brasil'

O prefeito de Macaé, Dr. Aluizio, é um dos homenageados com a placa “Destaques da indústria de bens e serviços de óleo e gás no Brasil”, da Associação Brasileira das Empresas de Serviço de Petróleo (Abespetro). A entrega do prêmio será no próximo dia 22, no coquetel de posse da nova diretoria, do conselho fiscal e do presidente do conselho de ex-presidentes, no Rio de Janeiro.

O objetivo da associação é homenagear aqueles que se destacaram nas ações de discussão, revisão de estratégias e reaquecimento do mercado do petróleo, visando a valorização do grande potencial de reservas que o país já descobriu no pré-sal e pós-sal. A solenidade pontua, ainda mais, a importância da Bacia de Campos, nas atividades offshore no país, e destaca Macaé nesse novo cenário.

Os homenageados são agentes políticos que possuem uma relação direta com a construção dessa nova visão de mercado, como a prioridade dos leilões da ANP, e revisão de legislações que irão tornar o mercado mais competitivo. O presidente Michel Temer será um dos homenageados, assim como os Ministros Moreira Franco e Fernando Coelho Filho, além do diretor-geral da ANP, Décio Oddone. O evento contará com a presença de diretores de empresas como Baker Hughes, Halliburton e Siemens.

A Abespetro, atualmente, é constituída por 47 associadas – entre elas, as principais empresas internacionais do ramo – com foco de atuação no fornecimento de bens e/ou serviços para o setor de exploração e produção de petróleo e gás natural.

Prefeito lidera campanhas para impulsionar crescimento econômico

O prefeito Dr. Aluizio liderou, no ano passado, campanhas como "Menos royalties, mais emprego" e "Bacia de Campos é preciso investir" com o objetivo de gerar emprego com foco no vigor econômico do petróleo. Sociedade e indústria foram mobilizados sobre a importância de iniciativas que garantam à Bacia de Campos todo o suporte para atender à retomada do crescimento. O prefeito participou de encontros com líderes de instituições econômicas e articulou medidas para impulsionar o desenvolvimento local.

Uma das lutas do prefeito foi a retirada do conteúdo local das rodadas de licitações. A medida foi uma novidade do edital e do modelo de contrato da 14ª Rodada de Licitações de Blocos, ocorrida em setembro e apontada pelo governo municipal como positiva porque permite que operadoras importem equipamentos de alta tecnologia, acabando com multas contratuais ocasionadas pela não integralização do conteúdo local. Com a retirada de conteúdo nacional como exigência da licitação, abriu-se espaço para o investidor internacional.

Dr. Aluizio defendeu a revitalização dos campos maduros na Bacia de Campos durante a Feira Brasil Offshore, quarto maior evento internacional de petróleo e gás do mundo, realizado em junho do ano passado, no município e onde a prefeitura participou com estande. O prefeito, que foi em 2017 presidente da Organização dos Municípios Produtores de Petróleo (Ompetro), sustentou que a revitalização dos campos maduros pode gerar um novo cenário para o retorno dos empregos, já em 2018.

Ele pontuou outras conquistas do setor como a quebra do marco regulatório, retorno da agenda de leilões e possibilidade de mudanças nos tributos do petróleo. Mas se movimentou para ampliar as atrações para o arranjo produtivo, que impactam diretamente em Macaé.

- Macaé é o centro da prestação de serviço para exploração e produção de petróleo no Brasil e na América Latina e está pronta para esse novo ciclo de desenvolvimento - ressaltou. A agenda de leilões, realizada em 2017, foi composta pela 14ª Rodada de Licitações do pós-sal, e pela 2ª e 3ª Rodadas de Partilha no Pré-sal, que aconteceram em outubro do ano passado. Os dois certames dão novo fôlego à economia de Macaé e região, já que a Bacia de Campos foi um dos destaques de ambas transações do mercado.

E para fomentar ainda mais o setor, avança a estimativa para o resultado da 15ª Rodada de Licitações de áreas no pós-sal, com a proximidade da data do leilão, em 29 de março e para a quarta rodada do pré-sal, marcada para 7 de junho de 2018. Com esses dois novos leilões, o governo federal prevê arrecadar R$ 3,5 bilhões em bônus.

Na 15ª Rodada de Licitações de áreas no pós-sal serão ofertados 70 blocos, sendo 49 nas bacias marítimas de Campos, Santos, Ceará, Potiguar, Sergipe-Alagoas. Neste leilão, o regime é de concessão e vence a licitação a empresa que pagar o maior bônus para o governo.

Busca

Acesso Rápido

Destaque