Macaé terá curso de Biologia

2005-07-15 16:13:49 - Jornalista: Simone Noronha
Compartilhe:  

Macaé será a sede do primeiro curso da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) fora da capital do estado. O Conselho Universitário da UFRJ aprovou nesta quinta-feira, dia 14, a implantação do curso de Biologia, que vai funcionar na nova sede do Núcleo de Pesquisas Ecológicas de Macaé (Nupem), que está sendo construído pela prefeitura no Parque de Exposições Latiff Mussi Rocha.

O primeiro vestibular deve ser marcado até o final do ano. A expectativa é de que as aulas comecem no segundo semestre de 2006, já na nova sede do Nupem. O curso deverá oferecer 40 vagas. Além dos dois professores da UFRJ que já atuam no Nupem nas áreas de mestrado e doutorado, serão contratados mais oito, através de concurso público promovido pela universidade.

De acordo com o professor da UFRJ, Vinícius Forjala, que faz parte da comissão que apresentou o projeto ao Conselho Universitário, o curso de Biologia em Macaé representa um marco para a UFRJ. “É o primeiro curso da universidade no interior do estado. E um curso de Biologia é um caro, pois requer aulas de laboratório e pesquisa de campo”, disse o professor.

Segundo ele, o curso será todo baseado em Macaé. Já ficou definido pelo Conselho Universitário que os professores terão que morar na cidade, o que contribui para fortalecer o vínculo professor-aluno. Segundo o professor, o curso será voltado para atender as características específicas da região Norte Fluminense. “O objetivo é formar biólogos especialistas na nossa região”, explicou.

Parceria – A parceria da prefeitura com a UFRJ para pesquisas na região existe desde 1992, quando foi implantado o projeto Ecolagoas, patrocinado também pela Petrobras. De lá para cá, o Nupem serviu de apoio para dezenas de pesquisas que serviram de base para teses de mestrado e doutorado da UFRJ, coordenadas pelo professor Francisco Esteves. As pesquisas foram feitas em ecossistemas da região, como a Lagoa de Imboassica e o Parque Nacional de Jurubatiba.

Além de servir de sede para o curso de Biologia, a nova sede do Nupem vai abrigar pesquisadores e estudantes de todo o País que pretendam estudar os ecossistemas do litoral fluminense, de Paraty a São Francisco do Itabapoana. A nova sede do Nupem, em fase final de obras, está sendo construída em uma área de 10.885 metros quadrados, doada pela prefeitura.

O prédio terá dois pavimentos, com 2.235 metros quadrados de área construída, com salas de aula e laboratórios, atendendo todas às demandas apresentadas pela equipe de pesquisadores. Hoje, o Nupem já funciona como Unidade Avançada de Ensino, Pesquisa e Extensão do Instituto de Biologia da UFRJ. De acordo com o professor Francisco Esteves, estão sendo viabilizados recursos junto ao Ministério da Ciência e Tecnologia e da Comunidade Européia para equipar os laboratórios.

Busca

Acesso Rápido

Destaque