Nova Vida recebe jovens para início das atividades em 2020

2020-02-04 10:24:00 - Jornalista: Genimarta Oliveira
Compartilhe:  
Foto: João Barreto
Programa conta com 469 jovens que atuam em setores da prefeitura e em órgãos federais

Jovens do Programa Nova Vida da Prefeitura de Macaé participaram, nesta segunda-feira (3), de palestra de boas-vindas para retomada das atividades, após as férias. O evento aconteceu no auditório da Câmara de Vereadores e contou com a presença de 469 adolescentes e do coordenador do programa, Douglas Fontes. Nesta terça (4), os adolescentes voltam aos seus postos de atuação em setores da prefeitura e em órgãos federais.

A palestra “Adolescência e o Mundo Moderno” foi proferida pelo psicólogo clínico Luiz Filipe Miranda. Na ocasião, ele falou dessa fase de transição e a relação dos adolescentes com a família, sociedade, política e tecnologia.

"Essa geração está marcada pela tecnologia, o que traz muita facilidade. O que queremos mostrar que isso acaba os deixando à parte do esforço necessário para realizar suas conquistas. Toda essa modernidade leva o jovem pensar que tudo é um caminho fácil, como num clique, mas, a chegada a fase adulta revela que não é bem assim, o esforço está presente no dia a dia e o mesmo é indispensável para ter suas recompensas", frisou.

Na oportunidade, o coordenador do programa, Douglas Fontes, reforçou as responsabilidades que cada um deve ter como pontualidade, uso do uniforme, participação, cordialidade, asseio, interesse e cordialidade.

Os jovens do Nova Vida atuam em setores da prefeitura e em órgãos federais, sempre na área administrativa. O programa, da Secretaria de Desenvolvimento, Direitos Humanos e Acessibilidade, tem como lema "Incluir para capacitar".

Douglas também pontuou a continuidade dos cursos oferecidos aos jovens, como informática, robótica, inglês, espanhol e as parcerias com a Faculdade Salesiana, a Secretaria Adjunta de Qualificação Profissional, entre outros.

Com 17 anos, a estudante Victória Freitas falou com orgulho do aprendizado nestes quase três anos que atua no programa. “O Nova Vida me ajuda muito, posso dizer que sou uma outra pessoa, não só como profissional, mas um ser humano melhor. Era muito tímida, não conseguia falar em público e hoje sou mais comunicativa. Como trabalho em uma unidade de saúde faço todo possível para ajudar os profissionais e os pacientes”, disse.

Victória contou ainda que, antes de atuar no posto de saúde ela fez parte da equipe do Conselho Tutelar e lá descobriu a sua vocação para a psicologia. “Estou no último ano do Ensino Médio e o meu foco agora é cursar a faculdade de psicologia. E aos colegas que vão chegar ao programa, digo que aproveitem a oportunidade”.

Cidadania

O Nova Vida é um programa custeado com recursos municipais. Os jovens passam um turno do dia trabalhando e no outro são estudantes. Eles recebem meio salário mínimo por mês. Esta é uma oportunidade na qual aprendem a trabalhar, sendo, assim, incluídos socialmente, além de terem a cidadania valorizada.

Os adolescentes são integrantes de famílias em vulnerabilidade social e a remuneração no fim do mês representa uma ajuda aos pais e responsáveis, que arcam com a despesa da casa. O Nova Vida ainda contribui para a valorização do estudo pois, para ingressar, é preciso estar apto na escola e ter frequência escolar satisfatória.

Busca

Acesso Rápido

Destaque