Macaé lidera proposta de regionalização do agronegócio

Sep 16, 2022 2:50:00 PM - Jornalista: Márcio Siqueira

Foto: Márcio Siqueira

Um encontro nesta sexta-feira (16) discutiu o potencial no setor

O potencial de crescimento na comercialização dos produtos gerados pelo agronegócio na região é destaque em Macaé, que lidera o fomento à parcerias com as cidades que dividem a perspectiva de crescimento das atividades que envolvem a agricultura para o abastecimento da população do Norte e Noroeste Fluminense.

Em reunião realizada nesta sexta-feira (16) na Casa do Empreendedor, a implantação de um novo polo de distribuição de itens hortifruti produzidos por famílias que vivem da cultura da terra foi discutida pelo prefeito Welberth Rezende, junto às equipes das Secretarias Municipais de Desenvolvimento Econômico e de Agronomia, e representantes do Consórcio Público Intermunicipal de Desenvolvimento do Norte e Noroeste Fluminense (CIDENNF).


“É uma estratégia importante para o nosso Estado, por movimentar toda a cadeia produtiva da agricultura, não só de Macaé, mas da região. É uma proposta assertiva que atende ao produtor rural de forma direta, com potencial de gerar empregos para a nossa população”, destacou o prefeito.


O encontro também contou com a participação dos empreendedores que viabilizam a instalação de uma nova base do CEAFA na região, projeto que reúne um novo conceito para o mercado da agricultura, que identifica Macaé como pilar de um novo ciclo de desenvolvimento com alcance das cidades do Norte e Noroeste do Estado.

De acordo com o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Rodrigo Vianna, a regionalização do agronegócio é proposta tratada como prioridade pelo município.“Macaé tem o compromisso de promover projetos que estimulem o desenvolvimento econômico da região. Vivemos, hoje, uma nova realidade de investimentos que projetam potencial de negócios para diversos setores que também possuem capacidade de crescimento em nossas cidades vizinhas. O CEAFA é uma proposta de regionalização do agronegócio”, pontuou Rodrigo.

O encontro destacou também o perfil da produção rural local que atende os requisitos da agricultura familiar, segmento que ganha uma nova projeção de crescimento através da implantação do polo de comercialização de produtos originários do agronegócio na região.

“Eu acredito que estamos em um caminho muito certo, por acreditar que seremos capazes de oferecer às famílias que vivem do agronegócio uma oportunidade de ampliar a venda dos seus produtos, permitindo assim a expansão das suas atividades”, afirmou o Secretário de Agroeconomia, Dudu Jardim.

O agronegócio já vem sendo tratado como potencial de estímulo ao desenvolvimento regional, através das discussões promovidas de forma integrada pelo Consórcio dos municípios do Norte e Noroeste Fluminense. “Trabalhamos com câmaras técnicas que debatem propostas de fortalecimento dos nossos municípios, em especial, o desenvolvimento econômico. E entendemos que é preciso organizar a base de produção da nossa agricultura regional, pensando também em estratégias de elevar e fortalecer a agricultura familiar. Esse projeto segue esse nosso entendimento”, destacou Vinicius Viana, secretário executivo do CIDENFF.

A reunião contou com a participação de Luiz Carlos de Sá, presidente do CEAFA, além de representantes da equipe técnica da Secretaria de Agroeconomia, como o Serviço de Inspeção Municipal (SIM).


Fotos Relacionadas