Prefeitura Municipal de Macaé

Secretaria de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Acessibilidade

Projeto Jovem Alerta forma 33 adolescentes

2017-08-08 16:36:00 - Jornalista: Equipe Secom
Compartilhe:  
Foto de pessoas no auditório do Paço Municipal
Foto: Bruno Campos
Parceria entre prefeitura e CIEE possibilitou conhecimento sobre o mundo do trabalho

Na tarde desta terça-feira (8), 13 adolescentes, do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) - Novo Visconde e 20, do Centro de Recursos Integrados de Atendimento ao Adolescente (Criaad), com idades entre 14 e 22 anos, receberam certificado de conclusão do Projeto 'Jovem Alerta', no Paço Municipal. Este foi resultado de parceria entre o Centro de Integração Empresa Escola (CIEE) e a Proteção Social Básica da Secretaria de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Acessibilidade da Prefeitura de Macaé.

Segundo a psicóloga da equipe técnica de Assistência Social do CIEE, Cynthia Vicente, o 'Jovem Alerta' consiste no protagonismo do jovem e sua inserção no mundo do trabalho. Os adolescentes aprenderam conteúdos como fazer a escolha profissional de maneira eficaz, ter mais autonomia e conhecimento sobre sexualidade, além de identificar os malefícios das drogas e como se portar em uma entrevista de trabalho, entre outros assuntos. Tudo isso foi tratado em dez módulos: de março a julho.

Para a coordenadora do Cras - Novo Visconde, Fernanda Moreira, a importância de parcerias como essas instituições é que possibilitam atrair o jovem. Este setor é responsável por 23 bairros em Macaé, em área que vai do Centro da cidade a Imboassica. Já a responsável pela Proteção Social Básica da prefeitura, Tuany Carvalho, ressaltou que estes jovens são de famílias em situação de vulnerabilidade social, beneficiárias dos programas de transferência de renda e outros benefícios socioassistenciais. "Fico muito feliz em contribuir para a vida deles", diz.

Novas oportunidades

De acordo com Victor Andrade, de 16 anos, ele chegou ao curso sem saber quesitos a respeito do mundo do trabalho. "Agora, me sinto preparado para o primeiro emprego", conta.

Para Yan Carvalho, de 14 anos, o curso foi muito válido e ressaltou a importância do trabalho para ajudar a família em casa. Já Paulo Silva, de 15 anos, disse que gostou de tratar o tema da construção da sua vida, através do trabalho.

Kássio Motta, de 16 anos, e Gesiel Lopes, de 17 anos, foram enfáticos em afirmar que pela primeira vez aprenderam como se portar em entrevista de empregos.

+ Mais Notícias