Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda

Macaé participa de encontro com Ministra da Pesca

2011-04-11 09:07:50 - Jornalista: Catarina Brust
Compartilhe:  

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Cliton da Silva Santos, e o subsecretário de Pesca, José Carlos Bento, se encontram, nesta terça-feira (12), com a Ministra da Pesca e Aquicultura, Ideli Salvatti, para reivindicarem ações para Macaé. O objetivo é sensibilizar a ministra da importância do município ter um escritório do Ministério da Pesca e Agricultura (MPA), para que os pescadores não precisem ir até a cidade do Rio de Janeiro para se cadastrarem, e um Centro Integrado de Pesca Artesanal (Cipar).

A prefeitura de Macaé articula, há algum tempo, a instalação de um Cipar no município, através de entendimentos com o governo federal. O Centro Integrado é um entreposto de comercialização a nível regional, que Macaé já absorve de forma informal.

O Cipar é um dos projetos do MPA para a implantação de uma rede estratégica e regionalizada de infraestrutura de pequeno e médio portes, para o desenvolvimento e o bom funcionamento das cadeias produtivas aquícola e pesqueira. Os Cipars são estruturas com espaço para trânsito e estocagem de cargas, fábricas de gelos, salas de manutenção de equipamentos, centro de comercialização de pescado e espaço para formação profissional e educacional para pescadores e suas famílias.

De acordo com o ministério, a rede integrada visa contribuir com a organização da produção aquícola e pesqueira nacional e promover o aproveitamento integral e diversificado do pescado, a agregação de valor e a qualificação – inclusive sanitária – de produtos e subprodutos.

Macaé, hoje, trabalha na aquisição do terreno onde ficará o Centro e já finalizou o estudo de viabilidade. O objetivo é instalar o Cipar ao lado de um Terminal marítimo, na entrada da Nova Holanda, ao lado do Canal Macaé-Campos, tirando o embarque e desembarque de barcos da área central da cidade, no Mercado de Peixe.

- Agora, estamos retornando as negociações com o governo federal, que já sinalizou a possibilidade de instalação no município de um Cipar. Nossa ideia é viabilizar a implantação do Centro, que além de trazer divisas para o município, vai gerar 300 empregos diretos e indiretos, explica José Carlos Bento.

O secretário de Desenvolvimento Econômico destaca a importância da pesca para Macaé, como geradora de renda e emprego para o município.

- Macaé tem tradição e vocação para este setor econômico que é a pesca. O objetivo da gestão municipal é apoiar ações que venham desenvolver ainda mais essa atividade, garantindo a infraestrutura para que os pescadores possam trabalhar de forma profissional e com qualidade. É isso que vamos discutir com a ministra no encontro que teremos em Brasília, pontua Cliton da Silva Santos.

Outro assunto que será tratado com a ministra será a questão captura da sardinha verdadeira para isca.

+ Mais Notícias