Prefeitura Municipal de Macaé

Secretaria Adjunta de Serviços Públicos

Novo Aterro Sanitário

A prefeitura começou a trabalhar no novo Aterro Sanitário  - através da secretarias municipais de Obras Públicas e de Serviços Públicos, e acompanhamento da Secretaria Municipal de Habitação e da Secretária Municipal de Meio Ambiente em janeiro deste ano.  O novo aterro sanitário terá capacidade para receber os resíduos da cidade por mais de 40 anos.

O novo Aterro fica em uma área a 25 quilômetros do Centro da cidade, próximo à BR-101. O aterro terá uma central de tratamento de resíduos, um centro de triagem, áreas para tratamento de lixo hospitalar, de resíduos sólidos da construção civil e para despejo de caminhões limpa-fossa e resíduos das estações de tratamento de esgoto. Depois de implantado o novo aterro, a prefeitura pretende criar um projeto de coleta seletiva de lixo. A idéia é fazer com que os resíduos, antes de serem despejados no aterro, passem por um centro de triagem, fazendo com que todo o material reciclável seja reaproveitado.

O aterro sanitário é o único método de disposição final de lixo. A implantação de aterros sanitários só traz benefícios para a sociedade, pois acaba com a agressão ao meio ambiente, evita o risco de poluição de mananciais ou de lençóis freáticos, impede a proliferação de vetores como moscas, baratas e ratos, além de possibilitar a utilização dos gases gerados pela decomposição da matéria orgânica como fonte de energia.

Outras atividades estão previstas no projeto da Central de Tratamentos de Resíduos: uma usina de reciclagem de resíduos sólidos urbanos; uma unidade de tratamento de resíduos de serviços de saúde, o chamado lixo hospitalar; além de uma estação de tratamento de efluentes líquidos para tratar o chorume produzido no aterro e o lodo do esgoto doméstico proveniente de caminhão limpa-fossa.

Busca

Destaque