Prefeitura Municipal de Macaé

Secretaria de Educação

Educação realiza dia D de combate ao Aedes

2017-03-16 15:26:00 - Jornalista: Joice Trindade
Compartilhe:  
Foto de três crianças com placas de caça mosquistos
Foto: Ana Chaffin
Data marcou o envolvimento dos alunos com os conceitos da prevenção ao mosquito

Alunos da rede municipal de ensino entraram na guerra contra o mosquito Aedes aegpyti e participaram, nesta quinta-feira (16), do "Desafio: você é o maior aliado contra o Aedes". A campanha que começou no início do ano letivo segue nas escolas municipais com o objetivo de mobilizar alunos e profissionais, além da comunidade e representantes de setores públicos na conscientização de combate ao mosquito transmissor da dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela.

Jeniffer Cândido Santos, de 5 anos, fez questão de participar de caminhada e panfletagem de conscientização nas ruas da área central. Assim como ela outros alunos da Escola Municipal Anna Benedicta da Silva Santos estavam atentos às dicas sobre os cuidados. "O mosquito não pode ficar em água parada e limpa. Também temos que cuidar do lixo", conta a menina acompanhada pelos colegas também atentos Gabriele de Vasconcelos e Maria Eduarda Moraes.

De acordo com a diretora da Escola Anna Benedicta, Giseli Abreu, a mobilização de combate ao mosquito tomou conta das salas de aula. "Conduzidos pelos professores, cerca de 400 alunos produziram cartazes, paródias, desenhos, viseiras para caminhadas e participaram de dinâmicas específicas sobre o tema", observa.

Outras escolas da área central, bairros e região serrana também realizaram a culminância do projeto de mobilização de combate à dengue nesta quinta-feira. Entre elas estão: Interagir (Centro); Escola Municipal Lions (Glória); Wanderley Quintino (Malvinas); Professora Cândida Maria da Silva Vieira (Cajueiros); Professora Letícia Peçanha de Aguiar (Centro); Professora Lia Kopp Franco (Aeroporto); Maria Letícia Santos Carvalho (Novo Cavaleiros); Arlete Ribeiro José (Miramar) e Jofre Frossard (Centro).

Além da Educação Infantil, estudantes do Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos (EJA) e Educação Especial também fizeram parte das atividades. No Colégio Municipal Maria Letícia Santos Carvalho, 786 alunos integraram a programação. Segundo a diretora, Simone Viana Carvalho, a intenção é fazer com que os cuidados sejam lembrados durante todo o ano nas escolas e entre a população por meio de ações contínuas.

De acordo com o secretário de Educação, Guto Garcia, a abordagem da dengue faz parte do projeto político pedagógico de cada unidade municipal com o objetivo de ser trabalhado durante o ano letivo em parceria com a comunidade escolar e familiares dos alunos. "A escola é o melhor lugar para formar multiplicadores de informações para se combater o mosquito Aedes aegypti", destacou, acrescentando que a rede municipal conta com a parceria de setores como Centro de Controle de Zoonozes e Secretaria de Saúde.

O projeto pedagógico, de acordo com a superintendente de Educação Integrada, Andréa Martins, tem como objetivos conscientizar toda comunidade escolar, promover reflexão, alertar a população da importância de ações coletivas e sensibilizar a necessidade de mudanças de atitudes para evitar uma epidemia.

Para reforçar o combate à proliferação, a Secretaria de Educação promove, conforme um cronograma específico, a retirada de bens inservíveis das escolas. O trabalho conta com recolhimento de materiais como mesas, cadeiras, carteiras e armários.

+ Mais Notícias
Busca

Destaque