Prefeitura Municipal de Macaé

Secretaria de Administração

Governo apresenta Planejamento Estratégico 2018-2021 aos gestores

2017-09-26 17:28:00 - Jornalista: Tatiana Gama
Compartilhe:  
Foto de pessoas no encontro
Foto: João Barreto
Importância do plano é apresentada para secretários e assessores

Com cinco eixos, indicadores, metas e prazos estabelecidos para 16 secretarias, os secretários municipais receberam, nesta terça-feira (26), o Plano Estratégico Macaé 2018-2021, trabalho consolidado pela Secretaria de Administração, através da Secretaria Adjunta de Patrimônio. Para a apresentação da peça, os gestores foram convocados para reunião no Centro de Convenções, e receberam informações e orientações quanto a operacionalidade da ferramenta. O Plano Estratégico Macaé 2018-2021 é a ferramenta do governo municipal para planejamento, monitoramento e avaliação da gestão no período, e foi elaborado a partir das contribuições técnicas das secretarias.

O objetivo foi mostrar a importância das ferramentas de planejamento, monitoramento e avaliação para o avanço do município, com estabelecimento de metas anuais e objetivos para cada área de gestão, de forma transparente e eficiente. A iniciativa conta com o suporte de ambiente web, por meio do Sistema de Informação Municipal (SIM). A plataforma, desenvolvida pela área de Tecnologia da Informação do governo, reúne informações das secretarias e faz parte do Programa de Indicadores Municipais.

"Este trabalho propõe uma maior consciência sobre a importância das ferramentas, exigindo das instituições públicas e seus gestores o planejamento das ações futuras. A ideia é cumprir objetivos, metas e prazos, responsabilidades, análise de ambientes, legislações e resultados. Além disso, esse trabalho visa compartilhar uma visão integrada e sustentável para o futuro de Macaé", avalia a secretária adjunta de Patrimônio, Gisele Muniz.

O Plano Estratégico 2018-2021 tem cinco eixos: desenvolvimento econômico, desenvolvimento social e humano, meio ambiente, desenvolvimento urbano e gestão democrática. "O conhecimento dessas ferramentas garante ao gestor, nesse caso os secretários de Macaé, mais flexibilidade, menos burocracia e, por consequência, maiores chances de se alcançar melhor qualidade na oferta dos serviços públicos", frisou Gisele.

No eixo desenvolvimento social e humano, figuram as secretarias de Desenvolvimento Econômico e Trabalho e Renda; Desenvolvimento Social e Direitos Humanos; Saúde; Educação; Ordem Pública; Esporte e Lazer e Cultura. No eixo meio ambiente, Secretaria de Ambiente. Eixo desenvolvimento urbano, as secretarias de Mobilidade Urbana; Serviços Públicos; Saneamento; Interior e Habitação. Já no eixo desenvolvimento socioeconômico, as secretarias de Turismo; Agroeconomia e Pesca. O eixo gestão democrática ainda será alimentado

O encontro contou com a palestra do gerente de negócios da Petrobras, Cyro Barreto, que falou sobre a tríade: eficácia, eficiência e efetividade. O gerente, que atua como consultor voluntário, destacou que as ações marcam um avanço na administração pública ao gerar benefícios para a população. "Gerenciar é atingir metas. Na medida que priorizamos as soluções, os resultados acontecem, entendendo que precisamos identificar, apoiar, acreditar e avançar", pontuou.

A servidora da Secretaria Adjunta de Patrimônio, Scheila Ribeiro, integrante da equipe de Planejamento Estratégico, afirmou que a primeira fase do trabalho definiu diretrizes e metas, com gestão voltada para resultados. "A estrutura é baseada no plano de governo, legislação específica de cada área e previsão orçamentária. Realizamos o levantamento de dados em vários encontros com os representantes das secretarias e chegamos a uma matriz própria de Macaé, com seus respectivos indicadores", acrescentou. Segundo ela, esses indicadores são utilizados na organização sistemática das prioridades e das etapas necessárias para a execução das ações na gestão.

+ Mais Notícias
Busca

Destaque