Prefeitura Municipal de Macaé

Secretaria de Ambiente e Sustentabilidade

Parque do Barreto é alvo de pesquisas da UENF

2018-05-11 12:16:00 - Jornalista: Equipe Secom
Compartilhe:  
Foto de pessoas no Parque Natural da Restinga do Barreto
Foto: Maurício Porão
Trabalho avalia resistência de planta comum da vegetação de restinga

Para avaliar a capacidade de resistência a agentes poluidores da planta Ipomea Pes-Caprae, a popular "Pé de Cabra", comum em regiões de restinga, pesquisadoras da Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF) estão fazendo um trabalho investigativo no Parque Municipal da Restinga do Barreto. A iniciativa é resultado de ações do Instituto Federal Fluminense (IFF) de Cabo Frio, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)/Núcleo em Ecologia e Desenvolvimento Sócio-Ambiental de Macaé (Nupem) e da Secretaria de Ambiente e Sustentabilidade da Prefeitura de Macaé.

O trabalho está sendo conduzido por três pesquisadoras: Eliane de Souza - professora de graduação e pós-graduação de Geoquímica de Petróleo do curso de Engenharia de Exploração e Produção de Petróleo da UENF; Anna Oliveira, que é mestranda do Laboratório de Engenharia e Exploração de Petróleo (Lenep), e Sara Costa, graduanda de Licenciatura em Ciências Biológicas da UENF.

Segundo Eliane de Souza, o objetivo da pesquisa é analisar o potencial de fitoremediação da planta em casos de degeneração e contaminação provocadas por motivadores externos. "Será que a planta vai absorver componentes adversos e agressivos?", indaga ela, acrescentando que os resultados serão conhecidos no início de junho.

Este é um trabalho de pesquisa multidisciplinar, pois envolve as áreas de engenharia química, engenharia do petróleo e biologia. O coordenador do Parque do Barreto, Henrique Abrahão, afirma que estudos como estes são importantíssimos e que poderão salvar a natureza em uma possível catástrofe.

- O Parque Natural da Restinga do Barreto está aberto a apoiar todas as instituições de pesquisa e universidades interessadas em fazer estudos em suas dependências. Isso se dá seja com apoio logístico ou técnico - informa Henrique.

+ Mais Notícias
Busca

Destaque